Início > Cinema, Diversos > Auld Lang Syne

Auld Lang Syne

Não sei como encerrar o ano sem recorrer às mensagens piegas, mas suponho que seja inevitável. Antes de deixar 2010 para trás com as promessas e expectativas de um Ano Novo formidável, finalizo a lista dos melhores do ano com o quadro de “medalhas” (ouro para primeira colocação nas categorias, prata para segunda, bronze para a terceira). Os filmes mais premiados foram, nessa ordem:

A Fita Branca: 3 ouros, 1 prata, 2 bronzes
A Lenda dos Guardiões: 3 ouros
A Rede Social: 2 ouros, 3 pratas, 1 bronze
A Origem: 1 ouro, 4 pratas, 1 bronze
A Jovem Rainha Vitória: 1 ouro, 2 pratas
Como Treinar Seu Dragão: 1 ouro, 1 prata
Direito de Amar: 1 ouro, 1 prata
O Segredo dos seus olhos: 1 ouro, 1 prata
Preciosa – Uma História de Esperança: 1 ouro, 1 bronze
As Melhores Coisas do Mundo: 1 ouro
Brilho de Uma Paixão: 1 ouro
Mother – A Busca Pela Verdade: 1 ouro
O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus: 1 ouro
O Profeta: 1 ouro
Alice no País das Maravilhas: 1 prata, 1 bronze
Sherlock Holmes: 1 prata, 1 bronze
Minhas Mães e Meu Pai: 1 prata
Resident Evil 4 – Recomeço: 1 prata
Toy Story 3: 1 prata
Guerra ao Terror: 4 bronzes
Educação: 2 bronzes
Mary & Max – Uma Amizade Diferente: 1 bronze
O Mensageiro: 1 bronze
Onde Vivem os Monstros: 1 bronze
Shrek Para Sempre: 1 bronze
Um Homem Sério: 1 bronze

2010 foi um bom ano para o cinema (não só pelas estreias no Brasil, mas também por alguns filmes muito expressivos que ainda não entraram em cartaz). Também foi um ano excelente para mim em termos de crescimento pessoal. Poucas pessoas percebem, mas ter a vida profissional em ordem, uma boa relação com seus colegas, amizades que vicejam em toda parte, uma família que te apoia sempre – ainda que eu não a tenha por perto na frequência que gostaria -, um blog lindo (né?), e liberdade para fazer minhas próprias escolhas é, de fato, uma boa fase. Nem sempre reconheci os momentos felizes quando eles aconteciam. Antes, só me dava conta deles muito tempo depois, quando era tarde demais para degustar. Hoje, me permito apreciar a alegria de imediato e tenho até medo de me sentir tão vivo.

Em 2010, os acontecimentos positivos triunfaram em número e grau sobre aqueles que eu poderia ter evitado (e, mesmo os desagradáveis, percebo agora, foram necessários). Em 2011, quero levar as conquistas um degrau acima: chegou meu ano de concluir a faculdade, mergulhar de cabeça no TCC (notório por semear problemas e discórdia), pesar as próximas opções da minha carreira. Pretendo emendar uma pós no exterior – ou quem sabe um estágio, num desses programas fabulosos que te mandam pra Nova York e você é pago para ser feliz. Sei que, no rumo que estou agora, tudo o que eu almejar tem condições de dar certo, desde que eu me dedique de verdade.

Por isso, no começo do mês, tinha feito um post para notificar que o “Letters from Louis” encerraria o expediente no final de dezembro. Já estava difícil mantê-lo com a rotina atual, que dirá com o cronograma de 2011! Mas a paixão por cinema e séries de TV continua, é claro, assim como a necessidade de compartilhar minhas opiniões e ouvir a de vocês. Para isso, registrei o domínio “Louis Tells It Like It Is”, também no WordPress. Ali, vou publicar as resenhas de todos os filmes que assistir e tiver tempo de escrever (nas férias, serão vários; a partir do mês que vem, nem tantos). Não fica o compromisso de atualizar em base diária como neste aqui, mas vou fazer o possível para não deixar de lado. Qualquer atualização será notificada no meu Twitter, a quem ainda não me segue.

Talvez eu ainda use o “Letters” para minhas apostas nas premiações, ou para tecer algum comentário sobre um seriado. Ou, talvez, concentre tudo no blog novo. Ainda não sei exatamente como vai ser, mas acho que vai dar certo. Não vou aparecer por aqui nos próximos dias – para todos os efeitos, esse é o post de despedida -, mas espero por vocês na casa nova. Sou grato a esse espaço, que me possibilitou entrar em contato com tanta gente legal ao longo de um ano e nove meses, mais de 500 posts e cerca de 5000 comentários. Só que algumas coisas precisam acabar para outras começarem.

Em todo caso, aqui ficam meus votos de um próspero Ano Novo ao leitor.

Com amor,
Louis

Categorias:Cinema, Diversos
  1. 31 dezembro 2010 às 11:07 pm

    Queridíssimo, tudo de muito bom sempre.
    Feliz ano novo, feliz blog novo. Te seguirei por lá também😉
    Obrigada por me permitir participar daqui, dando meus pitacos muito pertinentes (hahaha), nem sempre muito simpáticos (aparece a Tina Fey, ou a Bonham Carter, eu xingo :S), mas todos com muito carinho, respeitando sempre o adversário.

    beijo beijo
    nos vemos, espero que muito verdadeira e literalmente, no ano que vem.
    eeeeeeeeeeee. viva 2010, que foi lindo. viva 2011 que vai continuar com a lindeza.😉

  2. L. Vinicius
    1 janeiro 2011 às 12:05 am

    Feliz Ano Novo! Que 2011 seja um ótimo ano pra você e pra todos =)

  3. 1 janeiro 2011 às 11:12 pm

    Louis, em primeiro lugar, Feliz Ano Novo! Que você possa colher em 2011, o que plantou em 2010!🙂

    Sucesso no novo blog. Estarei lá para lhe prestigiar!🙂

    Beijo!

  4. annastesia
    1 janeiro 2011 às 11:18 pm

    2011 será um ano mega x-cellent pra todos nós e recheado de grandes filmes! Que venha o novo blog!

  5. Rafaella Sousa
    3 janeiro 2011 às 10:06 am

    Feliz Ano Novo, Louis! Boa sorte com o seu TCC! Já favoritei o blog novo =]

  6. Bárbara :)
    16 janeiro 2011 às 12:44 am

    Cadê os seus ótimos posts? Entro aqui (quase) todo dia esperando as novidades.
    FELIZ ANO NOVO🙂

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: