Início > Cinema > Mostra 2010: O Garoto de Liverpool

Mostra 2010: O Garoto de Liverpool

A carreira musical dos Beatles dispensa introduções, mas muitos desconhecem detalhes sobre a concepção do grupo e a ascenção acelerada no início dos anos 60, época em que serviram como a maior influência para a juventude inglesa e mundial. Esse é apenas um dos pontos curiosos de “O Garoto de Liverpool”, cinebiografia de John Lennon em seus tempos de adolescente dirigida por Sam Taylor-Wood e com Aaron Johnson no papel principal. O longa retrata Lennon como um rapaz inquieto, extrovertido e criativo, que resolve montar uma banda de rock na esperança de, um dia, ser tão bem sucedido quanto Elvis Presley.

À medida em que essa banda vai passando por várias mudanças até a formação do quarteto que ficaria eternizado, Lennon vai explorando seu talento para a música, desvencilha-se do caminho do ídolo e chega a um som autêntico e original, um rock leve e cheio de texturas que o faria alcançar, por méritos próprios, a fama internacional. O diferencial do filme é mostrar, também, a sua pouca comentada convivência familiar. No caso, quando se dividia entre duas mães, a biológica – que abriu mão do filho quando ele ainda era criança por conta de seus problemas emocionais – e a adotiva – uma tia que o criou desde os cinco anos de idade, num misto de rigidez e afeto.

As atrizes que as interpretam, Anne-Marie Duff e Kristin Scott Thomas, são sensacionais, e é com as duas que Aaron compartilha os melhores momentos. A reconstituição de época é convincente e o roteiro de Matt Greenhalgh, que já tinha biografado outro ícone da música (Ian Curtis, do Joy Divison, em “Control”), é menos truncado do que se esperaria, justamente por ter essa trama familiar contínua se desenvolvendo paralelamente à formação da banda. Curtinho – tem hora e meia de duração – e fácil de assistir e de digerir, o filme estreou aos Estados Unidos na semana em que Lennon, se estivesse vivo, completaria 70 anos, e chega ainda em 2010 no Brasil (está agendado para a primeira semana de dezembro). Uma boa pedida!

PS: Momento fofoca de bastidores para quem ainda não sabe! Durante as filmagens, Johnson e a diretora iniciaram um relacionamento e permanecem juntos até hoje, apesar de uma diferença de idade de 23 anos!

.:. O Garoto de Liverpool (Nowhere Boy, 2009, dirigido por Sam Taylor-Wood). Cotação: B+

Categorias:Cinema
  1. 26 outubro 2010 às 12:06 am

    ah, esse eu também quero muito ver, mas acho que espero pelo lançamento mesmo.
    🙂

  2. 26 outubro 2010 às 12:09 am

    Não tenho lá muita esperança que estreie por aqui. Se aparecer na net pra baixar, o farei!

    • 27 outubro 2010 às 6:57 pm

      Nem dá nada esperar, Quéroul. A estreia desse já está garantida😉

      Robson, mas já tem pra baixar há um tempinho…

  3. 28 outubro 2010 às 12:22 am

    nowhere boy é magnifico, e será uma pena que nenhuma das duas coadjuvantes- scott thomas e marie duff- cheguem ao oscar:(
    bjusssss

    • 28 outubro 2010 às 7:20 pm

      Vivi, também acho. Mas ao menos o BAFTA e outros prêmios europeus se lembraram delas!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: