Início > Cinema > Mostra 2010: Atração Perigosa

Mostra 2010: Atração Perigosa

Ben Affleck nunca foi um grande ator, mas conseguiu, durante muito tempo, se manter em evidência graças à parceria com Matt Damon, que lhe rendeu um Oscar conjunto de Melhor Roteiro Original por “Gênio Indomável”. Quando o “bromance” deixou de apetecer o público – basicamente, na época em que cada um foi constituir sua própria família (Affleck deu murro em ponta de faca arriscando um noivado com Jennifer Lopez, que a mídia ajudou a destruir, antes de se acertar com outra Jennifer, a Garner) -, as suas limitações, somadas às péssimas escolhas de projeto, fizeram com que ele se tornasse um dos atores mais canastrões e vilipendiados de Hollywood.

Foi em 2007, com “Medo da Verdade”, que Affleck confirmou o que já se notava desde “Gênio Indomável”: que ele tem um potencial mais bruto atrás das câmeras, quando não se coloca na posição de astro. O filme em questão marcou sua estreia na direção, e era, realmente, uma boa adaptação de uma obra literária, sobre uma comunidade mobilizada pelo sequestro de uma garotinha (a marcante presença da atriz Amy Ryan, que conseguiu indicação ao Oscar de coadjuvante, ajudou a solidificar o longa). Agora em 2010, Affleck lança “Atração Perigosa”, um thriller que dirige, co-roteiriza e atua.

Saiu-se muitíssimo bem nos dois primeiros quesitos. O longa é bem finalizado e o roteiro, mesmo partindo de lugares comuns e de personagens estereotipados, consegue desconstruir as situações, fazer com que o espectador se importe com os rumos da história e empolgar com as ótimas sequências de ação. Por outro lado, Affleck continua não sendo muito feliz como ator. Ele não tem condições de sustentar o arco dramático do personagem principal e deixa a sensação de que o filme – que em seus melhores momentos atinge o sensacional – chegaria a proporções épicas com um intérprete mais talentoso no papel. O restante do elenco varia do ótimo ao excelente – Jeremy Renner, Rebecca Hall e Jon Hamm defendem os outros papéis substanciais tão lindamente que até se perdoa a participação fraquíssima de Blake Lively, forçando um sotaque pra lá de artificial.

A trama é ambientada em Charlestown, o lado mais inóspito de Boston, tomado por tantas gangues violentas que só as mais corruptas e perigosas chegam ao radar da polícia. É o caso da quadrilha de que Affleck faz parte – um bando de marmanjos brutalizados, todos com passagem pela cadeia, que se unem para assaltar bancos e cometer outros crimes de grande porte (obviamente, um deles, interpretado por Renner, é desequilibrado, quase um sociopata). Num desses roubos, Affleck toma como refém uma funcionária do banco (Hall), a quem passa a seguir posteriormente. Como ele usava máscara durante o crime, ela não é capaz de identificá-lo e ambos iniciam um caso. Ao mesmo tempo, a força policial, liderada pelo personagem de Hamm, vai fechando o cerco em torno do grupo. Com consequências fatais para muitos dos envolvidos. Resumo da ópera: um filmaço pelo qual temos muito que agradecer ao nosso amigo Ben. Para bem ou para mal, ele está aí para ficar!

.:. Atração Perigosa (The Town, 2010, dirigido por Ben Affleck). Cotação: A-

Categorias:Cinema
  1. 24 outubro 2010 às 2:38 pm

    Pretendo conferir hoje!

  2. Caroline®
    24 outubro 2010 às 4:29 pm

    Transmimento de pensação! Há pouco vi o trailer desse filme, e o coloquei na minha to-watch-list! Quero ver!

    • 24 outubro 2010 às 9:50 pm

      Cleber, depois passe aqui para deixar sua opinião! Aliás, já que está frequentando a Mostra também, que tal a gente combinar algum filme?😉

      Caroline, e olha que o filme estreia logo mais! Não é um daqueles achados da Mostra que provavelmente não veremos em nenhum outro lugar.

  3. Marco
    29 outubro 2010 às 1:51 pm

    Nossa quero ver esse filme parece muito interessante inclusive eu estava fazendo umas pesquisas na net achei uma Promoção na pagina da inteligweb pra ir na faixaa rsrs

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: