Início > Cinema > 5 vezes, vezes 5

5 vezes, vezes 5

Não é preciso dar nome aos bois, mas sei que vocês, assim como eu, podem enumerar os cineastas brasileiros, nascidos e crescidos na elite, que vira e mexe se voltam para contemplar as classes menos privilegiadas em seus filmes. As favelas, em especial, costumam se tornar palco de histórias edificantes e gloriosas, como se os filhinhos de papai por trás das câmeras estivessem pregando uma lição aos pobres – mesmo que jamais tenham que sentir na pele os problemas e sofrimentos que eles enfrentam.

São pessoas que trabalham incessantemente para levar uma vida de privações, e ainda assim são vítimas de geralizações típicas de classe média-alta burguesa (“pobre e morador de favela ou é bandido e traficante, ou está a um passo de se tornar”). Não adianta negar que o tráfico e a violência são corriqueiros nesses ambientes, e que são opções tentadoras a muitos que são criados com doses diárias disso tudo. Mas precisávamos de uma visão mais humana e íntima desses indivíduos – não só daqueles que caem na marginalidade, por conveniência ou falta de escolha, mas principalmente daqueles que mantém a integridade, a honestidade e a atitude positiva frente à situações desfavoráveis.

É isso que vemos em “5x Favela”, uma série de episódios avulsos dirigido por cineastas promissores, crescidos nas favelas e especializados em cursos técnicos. A procedência fica explícita no subtítulo “Agora por Nós Mesmos”, já que esta é uma nova versão do “5x Favela” original, dirigido no início dos anos 60 por Cacá Digues, Miguel Borges, Marcos Faria, Joaquim Pedro de Andrade e Leon Hirzman (seria o filme pioneiro do Cinema Novo, apesar dos problemas se acentuarem com o tempo, justamente por seus realizadores se encaixarem no perfil mencionado acima). Dos cinco curta-metragens deste aqui, quatro são bem interessantes, e um deles (o terceiro) é muito ruim. Ou seja, com 80% de aproveitamento, histórias contadas com desvelo e excelente elenco (alguns rostos conhecidos atuando com amadores, em especial crianças de imenso carisma), o filme é bem melhor do que prometia o trailer. Alegre, para cima e quase nunca demagogo, “5x Favela” é um programa que vale a pena.

.:. 5x Favela (Nacional, 2010, dirigido por Cacau Amaral, Cadu Barcelos, Luciana Bezerra, Manaira Carneiro, Rodrigo Felha, Wagner Novais, Luciano Vidigal). Cotação: B-

Anúncios
Categorias:Cinema
  1. 3 setembro 2010 às 11:54 pm

    Segundo bom texto que leio sobre este filme hoje. Suficiente para me deixar com vontade de conferir o filme! Beijo!

    • 4 setembro 2010 às 6:31 pm

      Ka, acho que você vai apreciar bastante o resultado! Beijo.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: