Início > Cinema, Literatura, Música, TV > Weekly Stitches #1

Weekly Stitches #1

Decidi inaugurar uma coluna semanal no blog com alguns pensamentos rápidos e informais, que aproximem o leitor daquilo que eu tenho feito e que nem sempre dá para abordar em posts mais padronizados. Vou comentar rapidamente sobre uma canção que tenho ouvido, um livro que tenho lido (ou pensado em ler), um filme que peguei passando na TV e parei pra dar uma olhada. Enfim, vão ter várias categorias, que eu irei aperfeiçoando com o tempo. Por enquanto vou começar com uma ideia bem básica, ok? A inspiração veio da minha amiga Rafaella Castello, que fazia algo parecido no blog dela Bring me the Disco King, que agora está abandonado. Vou experimentar e posso continuar com esses posts ou não, dependendo da resposta de vocês!

Canção:

“Fix You Up” – Tegan and Sara
Porque dar voltas de carro por São Paulo ouvindo essas duas lésbicas canadenses foi meio que o ponto alto da minha semana. A música é velhinha e se eu não me engano tocou na primeira temporada de “Grey’s Anatomy”, onde eu as conheci.

Livro:

“Comer, Rezar, Amar” – Elizabeth Gilbert
Em breve um drama de grande orçamento com Julia Roberts. Peguei para folhear e, se não comprar, vou ao menos acabar baixando. São as lembranças de uma jornalista americana do ano que ela passou no exterior – Itália, Índia e Bali -, procurando paz espiritual e conhecendo pessoas especiais no caminho.

Filme:

Arrasta-me Para o Inferno
Peguei passando no TeleCine e não consegui parar de ver. Um “terrir” de primeira, super bem planejado pelo Sam Raimi (remete lindamente à sua trilogia “Evil Dead”). Curti como a Alison Lohman vestiu a camisa do projeto, sem medo de se arriscar em sequências nada glamurosas, ou mesmo nojentas e escatológicas.

Série:

True Blood
Os viciados em série não falaram em outra coisa nos últimos dias – o mais sanguinolento de todos os episódios de “True Blood”, exibido neste Domingo na HBO americana. Também vejo “Mad Men” e “Entourage” das recentes, e degusto “Angel” e “The Wire” a passos de cágado, mas são os vampiros de Bon Temps que ocupam o spotlight desta lista.

Vício:

Billy Elliot – The Musical
Não saiu da minha cabeça desde que o assisti na Broadway, e escrever sobre ele só aflorou minha paixão. Não paro de ouvir a trilha, e mato a saudade vendo uma filmagem amadora (e ilegal) que encontrei no YouTube. Afinal, rever ao vivo seria incrível, mas as chances disso acontecer são caras e remotas.

Por enquanto é só. Deixe sugestões de categorias para a próxima Quinta-feira!

Categorias:Cinema, Literatura, Música, TV
  1. 29 julho 2010 às 3:52 pm

    Por favor continue com o post, eu adorei. Primeiro que amo Tegan and Sara, as músicas delas que tocaram no comecinho de Grey’s Anatomy são tão bonitinhas. Já o filme da Julia Roberts tem dedo do Ryan Murphy por trás o que me deixa mais ancioso pela estreia. Já viu Correndo com Tesouras dele também? E como eu não costumo ler livros, essa é uma ótima pedida pra mudar esse habito. O filme do Sam Raimi eu adorei, me diverti bastante. Se todos filmes de terror lançados hoje em dia fossem como esse, seria um dos meus gêneros favoritos, até porque filme de terror que tenta botar medo hoje em dia nem me fazer rir consegue. True Blood é maravilhosa, comecei ontem a terceira temporada e diferente da maioria que não gostou do começo ficou difícil pra mim não gostar, até quando não surpreende a série consegue ser o que sempre foi, entretenimento de primeira. De teatro nem vou comentar, porque to por fora.

    • 29 julho 2010 às 4:26 pm

      Mark, seu comentário foi tão entuasiasmado que penso seriamente em dar continuidade a essa série!🙂

      • 30 julho 2010 às 7:09 pm

        Até e percebi meu entusiasmo com o comentário, hahaha. Relembrei os velhos tempos de quando conheci o blog. Então por favor dê continuidade a coluna! Assim posso conhecer mais músicas por você também, uma que você postou aqui antes e eu amo até hoje é Haven’t Met You Yet – Michael Buble. Ela até tem um significado importante na minha vida e não teria se não tivesse conhecido aqui pelo blog.

      • 2 agosto 2010 às 2:19 pm

        Mark, é verdade, tinha me esquecido deste post! Fico feliz pela oportunidade de te apresentar músicas de grife! Luxo & riqueza! HAHAHA ALOCKA.

  2. 29 julho 2010 às 7:39 pm

    OOOOE, Louis, tudo bom? AHH, falei para você que concerteza iria conferir sua coluna! Está DEMAIS! Tem que continuar, concerteza, rere .. Mandando o comentário e ouvindo Tegan and Sara. Confesso que lembro vagamente da música tocando em Grey’s, mas essa do post é muito boa, viciei IOAOSJOASOIIOA (:Não sei se lerei Comer, Rezar, Amar, mas concerteza verei o filme, rere (: Arrasta-me Para o Inferno eu já conferi e concordo plenamente que é um ótimo “terrir” OIJOASIAJIOSJ True Blood eu tenho que assistir o começo da temporada, mas não aguentei de curiosidade e assisti o sexto (e dizem que foi o melhor) online. MUITO BOM! Agora, sobre Billy Elliot eu já lhe disse que me deixou morrendo de curiosidade de ver ao vivo, não é? OIJAOSIOAISOJ Espero fazer minha viagem a NY logo, rere (sonho meu)😀
    Então é isso, Louis. Blog está demais como sempre… Não deixe de fazer a coluna semanan, en (: DEMAIS! Sucesso!

  3. 30 julho 2010 às 2:19 am

    Eba, você postou sobre minhas lésbicas canadenses!😀 Adorei, continue com os posts!

  4. 30 julho 2010 às 2:46 am

    continua, continuaaa…

    de tudo de sua postagem, só conheço ‘Arrasta-me para o Inferno’, um dos filmes mais bacanas que vi neste ano.

    suas categorias tão belíssimas; quem precisa de mais coisas quando se tem ‘música, livro, série, filme e teatro’ pra comentar?
    talvez comida, hahaha. pode ter uma categoria ‘comidinha da semana’. aí fica pleno!

    =***

    • 30 julho 2010 às 5:58 pm

      Oi, Vitor! Valeu pelo comentário e incentivo. Essa música da Tegan and Sara toca no final do oitavo episódio de Grey’s, e tem mais coisas delas na série. Volte sempre!😉

      Fábio, claro que postei! Vamos soltar nossas inner lesbians com Tegan and Sara! huahuahuahua…

      Quéroul, pensei muito em botar algo de comida no próximo! Quem sabe encaixe em vício. Afinal tem alguns lugares que me tiram do sério!!!🙂 Beijo.

  5. Bárbara :)
    31 julho 2010 às 2:27 am

    Amo Tegan and Sarah! Conheci no Grey’s Anatomy. Nessas séries conseguimos achar ótimas músicas.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: