Início > Diversos > Muito triste

Muito triste

Fiquei muito triste ontem quando li sobre a morte de Rue McClanahan, uma das golden girls. Ela faleceu aos 76 anos, vítima de um derrame. A série de TV, batizada no Brasil de “As Supergatas”, é uma das minhas favoritas de todos os tempos, e até hoje uma das mais queridas do público americano. Das quatro protagonistas, três faleceram nos últimos anos: Estelle Getty em 2008, Bea Arthur no ano passado, e agora McClanahan. A restante, Betty White, está com a carreira em alta depois de ser premiada pela carreira pelo Sindicato de Atores, e por fazer participações bem humoradas em “30 Rock”, “Saturday Night Live”, e no filme “A Proposta”. Vida longa à Betty! E um doloroso “descanse em paz” à Rue McClanahan – uma comediante primorosa e uma ótima pessoa, conhecida por ter defendido até os últimos dias os direitos dos homossexuais e a dignidade no trato dos animais.

Categorias:Diversos
  1. Lucas Alves
    5 junho 2010 às 12:43 am

    Oi Louis!!!!!!!!

    Não sei o q falar sobre a morte da Rue McClanahan. É triste. Acho q só me resta desejar q ela descanse em paz também.

    E… bem… FELIZ ANIVERSÁRIO DE BLOG… atrasado… hehehehe… Leio o Letters From Louis desde o começo do blog. Sempre gostei dos seus textos pq passam a impressão de serem vivos, entende? Vc usa muito bem os argumentos, e parece por paixão no q escreve. Parabéns (atrasado)!!!

    Os posts de teatro: vi q vc comentou sobre as peças “In On It”, “Improvável”, “Os Homens São de Marte… E É Pra Lá Que Eu Vou”. Ok, eu sei q suas dicas sobre teatro ficam restritas ao público paulista (e, bem… eu estou em Salvador). Mesmo assim, eu acho interessante. Agora, preciso confessar: sinto-me desestimulado a ir ao teatro. Nunca tive um hábito firme de assistir peças, e nem tenho como pagar os altos preços de alguns ingressos. Esses dois motivos são comuns, porém, além disso, também acho q muitas peças em cartazes estão pouco atrativas. Não sei a situação aí na sua cidade, mas eu acho q aqui, os palcos estão empesteados por dois tipos de espetáculo: a) o caricatural, típico produto p/ turista, cheio de estereótipos sobre os tais “trejeitos regionais”, vendido como um suposto retrato da cultura local… eu acho um lixo preconceituoso e de péssimo gosto; b) o pseudo-cult, p/ o público metido a acadêmico e underground… é entediante, superficial e cheio de mensagens tendenciosas. De qualquer forma, tentarei ir mais ao teatro.

    Sobre séries:

    Supernatural – A season finale da quinta temporada pareceu mais um series finale. A aparição do Sam nos segundos finais do episódio não me convenceu como cliffhanger e os assuntos pendentes nas outras temporadas foram devidamente encerrados. Além disso, ainda tem os fatos já noticiados antes: o afastamento do Kripke (o criador da série) e a mudança do dia de exibição (passará a ser transmitido nas sextas, o dia mais fraco de audiência lá nos USA). Eu já estava sem saber quais expectativas formar sobre o futuro da série. Agora, então, é q eu não tenho idéia do q pensar a respeito. Continuo tentando desencanar e apenas esperar pela estréia da sexta temporada. Mas, está russo, heim… fico c/ medo de Supernatural virar um Smallville…

    True Blood – Ansioso. Muito, muito, muito, muuuuuuuuuuito ansioso pela próxima temporada. Pela sinopse, eu jamais pegaria True Blood p/ assistir. Só arrisquei a assisti-la por causa do nome de Alan Ball nos créditos. Sou apaixonado por Six Feet Under, e achei estranhíssimo quando anunciaram Ball como criador de uma série de vampiros (não conhecia os livros q inspiraram True Blood). Pois conferi, gostei e viciei. No aguardo.

    Lost – Terminou. Já comentei aqui q abandonei essa série em todas as tentativas q fiz p/ assistí-la. Reconheço q teve seus atributos, principalmente na primeira temporada, porém nunca conseguiu prender a minha atenção. Lost simplesmente NÃO me atraiu. É uma questão de gosto pessoal e, portanto, não tenho nada contra a série em si. Porém, foi um alívio q tenha acabado, pq nenhum outro grupo de fãs me irritou mais do q os fãs de Lost. Sim, os fãs radicais foram um saco! Era muito comum eu entrar em um site atrás de informações sobre séries e me deparar c/ as mesmíssimas discussões sobre Lost. Sempre tinha algum fã xiita da série p/ me tacar pedra quando eu dizia q não assistia. E, putz, até fã barraqueiro rolava em chats… Eu quase peguei antipatia pela série por causa dos fãs radicais. Enfim, de qualquer forma, Lost terminou né? Por enquanto, não tenho vontade de ver. Quem sabe no futuro…

    Community – Seus comentários me convenceram a assistir essa série. Vou encaixar Community em uma listinha de espera q eu faço p/ me organizar quanto as séries q ainda não vi. Mas olha, parece q essa série não foi consenso: já li vários esculachos a ela por aí na internet. Enfim, vou vê-la.

    Breaking Bad – Ok, ok… vc abandonou alegando falta de disposição p/ uma série de digestão lenta como é o caso de Breaking Bad. Nesse ponto, eu concordo contigo: é sim, necessário ter muita paciência e atenção p/ assisti-la. Mas, vc a de admitir q é uma excelente série. E essa terceira temporada está dando um show. Acho q o episódio 10 é bem representativo de tudo isso em Breaking Bad: matar uma mosca virou argumento p/ o episódio desenvolver os conflitos entre Walter e Jesse… foi SENSACIONAL, mas só p/ quem embarcou na história.

    Dexter – Estou atrasadíssimo c/ essa série. Parei no começo da terceira temporada, e quero assistir a season 5 durante a sua exibição inédita nos Estados Unidos. Ou seja, tenho q dar um gás aí. Mas nem sei se vale o esforço: o pouco q vi da terceira temporada foi fraco, e já li comentários aqui, em outros sites na internet, afirmando q essa série perdeu o brilho mostrado nas duas primeiras temporadas.

    Modern Family – Mais uma série em q estou atrasado… Parei no 15º episódio, e até onde vi é um show! Gostei muito. Pretendo ver os episódios restantes dessa temporada em breve.

    Glee – Concordo em parte contigo. Sim, é divertida e irresistível. Mas caiu da primeira parte da temporada p/ a parte atual. Continua interessante, mas teve uma queda. Sempre encarei como uma série q se aproveita de clichês teens p/ fazer graça. Mas essa segunda parte da temporada está c/ umas tramas tão piegas – a história da mãe da Rachel, o namorico dela c/ o Jesse, Kurt c/ ciúmes do pai se aproximar do Finn… putz… E as participações da Kristin Chenoweth e do Neil Patrick Harris poderiam ter rendido mais… Enfim, continuo gostando, mas poderia estar melhor.

    Mad Men – Por enquanto, continua sendo o meu drama favorito de 2009/2010. Isso pode mudar, pq tem muitas séries q eu ainda não conferi. Mas, acho difícil… a terceira temporada de Mad Men foi impressionante.

    United States of Tara – Depois dos episódios 4 e 5, eu fiquei em dúvida se essa temporada decolaria… Pois decolou! Ok, admito q a historinha da Kate c/ aquele rapaz rico não foi lá tão legal… Mas de resto, está bem interessante. Principalmente a trama de Tara. E achei muito intrigante a semelhança de Alice c/ a tal Mimi.

    The Good Wife, Sons of Anarchy e Parks and Recreation – Não assisto, mas já coloquei as três na minha lista de espera. Quase tudo q leio na internet sobre essas séries é elogio.

    How to Make It in America – Vc assistiu? Bem, eu vi e gostei. Tenho algumas ressalvas, claro (a vibe descoladinha dos amigos dos protagonistas é sem graça, e o final da temporada foi meio vago). Porém, no geral, curti numa boa.

    Abraços!!!
    Lucas Alves

    • 5 junho 2010 às 2:00 pm

      Olá, Lucas! Saudade dos seus super comentários!🙂 Obrigado pelos parabéns atrasados. E que pena você não mora em São Paulo para acompanhar as peças que eu recomendo (e que pena maior ainda que a maioria dessas peças não viaje para o restante do Brasil). Teatro é um hábito a ser estimulado. Eu mesmo, apesar de gostar de ir ao teatro desde criança, passei muito tempo sem frequentar e só agora estou recobrando o interesse. Adorei seus comentários sobre as séries. Que bom que te convenci a acompanhar Community. Tolere os três primeiros episódios medianos. A série é bem engraçada, tem um elenco sensacional e o coração no lugar. Vou te desencorajar um pouquinho com Sons os Anarchy. Ouço dizer que essa temporada da série está muito boa, mas acompanhei alguns episódios do primeiro ano e achei meio cansativa. Conheço de nome How to Make it in America (dizem que é uma comédia sem piadas tipo Entourage), mas ainda não vi. Se for alcançar alguma série atual, veria a segunda temporada de Parks and Recreation. Minha meta para o restante do hiato é ver tudo o que tem pra ser visto de Angel, Dead Like Me e The Wire, todas canceladas! Abraços e volte sempre!

  2. 5 junho 2010 às 2:19 pm

    Poxa cara, me senti mal por desconhcer totalmente a Rue McClanahan. Vou tentar me informar mais sobre ela.

    Abraços!

    • 5 junho 2010 às 6:51 pm

      Bruno, comece por assistir The Golden Girls!!! É um clássico absoluto da TV americana, muito enriquecido pelas atrizes que o fizeram (McClanahan entre elas). Abraço!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: