Início > Cinema > Gol da Argentina!

Gol da Argentina!

Está aí mais uma confirmação de que o cinema argentino tem dado uma goleada no nosso: “O Segredo dos Seus Olhos”, finalista ao Oscar de Produção Estrangeira e em cartaz em salas selecionadas, é não só uma preciosidade frente aos filmes brasileiros, mas também um dos exemplares mais notáveis do ano dentre qualquer nacionalidade. Junto com os indicados pela Academia – o alemão “A Fita Branca” (meu favorito), o peruano “A Teta Assustada”, o francês “O Profeta” e o israelense “Ajami” -, “O Segredo dos Seus Olhos” chama a atenção do espectador para o fato de que os filmes mais interessantes partem não só dos Estados Unidos, mas também (e principalmente) dos países ao redor do mundo. Só falta o Brasil entrar nesse ritmo para que obras superlativas como “Cidade de Deus” deixem de ser felizes exceções para se tornar uma constante. Mas isso é outra história…

Aqui, testemunhamos um investigador recém-aposentado (o sempre ótimo Ricardo Darín) recordando o caso mais marcante de sua carreira: o assassinato brutal de uma jovem mulher, e a degradação moral dos indivíduos que foram de alguma forma afetados por isso. Os relatos se dão de acordo com as lembranças do protagonista, que passa a transcrevê-las numa máquina de escrever caindo aos pedaços (os eventuais exageros devem ser atribuídos à liberdade criativa, mais ou menos como acontece em “Desejo e Reparação”). Impressiona como tudo é minimamente calculado, como os personagens não são meras engrenagens desse crime (aliás, o filme não se limita ao gênero policial), e como todas as situações, todas as brechas, são exploradas e desenvolvidas por completo, correspondendo ao seu potencial e possibilitando à trama novas leituras. A realização é impecável. Uma cena em particular – uma perseguição num estádio de futebol lotado – merece desde já uma menção entre as mais deslumbrantes da temporada.

O ritmo é irretocável: há diversas ações paralelas, mas tudo se encaixa e se complementa, permitindo que a narrativa englobe passagens tristes, engraçadas, tensas e surpreendentes sem que a transição entre um tom e outro gere estranheza. Para mim, o mais inesperado não foram as reviravoltas do caso, mas os momentos de pura humanidade que nos cegam com a verdade – como aquele em que o amigo alcoólatra discursa sobre as paixões que não podemos deixar para trás. Não estava preparado para encontrar tanta sensibilidade e, no final das contas, uma mensagem positiva e otimista. São fitas como esta, que conseguem me pegar pelo estômago através da simplicidade, que mais me enriquecem como cinéfilo e como pessoa.

.:. O Segredo dos Seus Olhos (El Secreto de Sus Ojos, 2009, dirigido por Juan José Campanella). Cotação: A+

Categorias:Cinema
  1. 23 fevereiro 2010 às 10:10 am

    Preciso achar uma sala pra ver, dois indicados vi A Fita Branca e A Teta Assustada!

  2. Caroline®
    23 fevereiro 2010 às 4:20 pm

    Louis, vc não ia ver Valentine’s Day? Cadê a resenha?

    • 24 fevereiro 2010 às 1:33 am

      Jack, também só tinha visto esses dois. O argentino quase empata com o alemão, que é um nível acima de qualquer outra coisa!

      Caroline, vi com atraso, resenha chega logo mais!😉

  3. 24 fevereiro 2010 às 3:31 am

    Só tenho lido elogios sobre este filme. Quero muito conferí-lo! O cinema argentino, como sempre, entregando excelentes obras. Beijo!

    • 24 fevereiro 2010 às 8:15 pm

      Ka, assim que chegar aos cinemas de Natal vá assistir! Filmão dos nossos hermanos. Beijo!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: