Início > Música, TV > Meu Musical

Meu Musical

O duro de ter assistido, na Mostra de Cinema de São Paulo ou em cabines de imprensa, aos filmes que só agora estão estrando nos cinemas brasileiros é que já comentei sobre eles com antecedência. Está faltando assunto para preencher todos os dias da semana neste lindo blog, a ponto de eu estar até pedindo sugestões de tópico no Twitter. Aos que ainda não leram o que eu tenho a dizer sobre os recém-lançados “Abraços Partidos”, “Julie & Julia”, “O Fantástico Senhor Raposo”, “(500) Dias Com Ela” ou “A Vida Íntima de Pippa Lee”, é só clicar nos links dos respectivos títulos, ou visitar a página dos Filmes de 2009 no topo da tela.

Zach Braff

Sem nada novo para ver, resolvi baixar um episódio velhinho, mas ainda inédito para mim, da sempre ótima “Scrubs” – uma série médica diferente e bem escrita, que se destaca dos filões do gênero por ser puxada para a comédia. Mas sempre muito delicada e sensível, sem partir para escrachos. Foi o programa que revelou Zach Braff, um comediante eficiente e narigudo que se provaria também um cineasta de talento (o indie “Hora de Voltar”, que ele escreveu, dirigiu e estrelou, foi uma das sensações de 2004). E ainda tem ótimo gosto para música, o danado – foi o responsável pela compilação das canções que conferiram identidade a “Um Beijo a Mais”, filme que protagonizou em 2007.

Assisti justamente ao episódio musical de “Scrubs”, “My Musical”, que me despertou o interesse depois que descobri que Robert Lopez e Jeff Marx, os letristas de “Avenue Q”, tinham composto parte das canções apresentadas. E ainda que a estrela original de “Avenue”, Stephanie D’Abruzzo, seria a atriz convidada que daria início a toda cantoria. Como já devo ter dito aqui em mais de uma ocasião, “Avenue Q” é uma das minhas paixões teatrais mais intensas (a versão nacional sai de cartaz neste Domingo, depois de uma temporada bem-sucedida em São Paulo – e quem não viu não sabe o que perdeu). No capítulo em questão, chega ao Sacred Heart Hospital uma paciente (D’Abruzzo) que, graças a um aneurisma cerebral, imagina que todos os médicos e enfermeiros a seu redor encenam grandes números musicais, no melhor estilo Broadway. Canções como o melô do cocô (que diz que tudo, do que está na nossa cabeça até o que está na sola do nosso sapato, se resume a merda) e a hilária “Guy Love” (através da qual JD e Turk tentam se convencer de que sua relação não passa de uma amizade saudável) já nasceram clássicas. Aliás, a cada episódio que vejo me convenço de que “Scrubs” é uma das melhores comédias da atualidade, e me pergunto porque não assisto sempre…

Achei as músicas do episódio no YouTube e deixo os links aqui, para aqueles que tem um bom nível de inglês poderem dar umas gargalhadas (está sem legendas, infelizmente):

Genial, né?

Anúncios
Categorias:Música, TV
  1. 6 dezembro 2009 às 5:04 pm

    Dizem que esse talvez seja o melhor episódio de “Scrubs”, mas nunca cheguei a ver – apesar de achar as canções muito bacanas.

  2. 6 dezembro 2009 às 8:49 pm

    Ahhh meu filho, agora não dá mais pra acompanhar, pelo o que eu vi na season premiere, *** SPOILER*** o hospital virou uma escola, e a personagem principal é uma loira lesada*** FIM***. Sempre assisti os episódios de Scrubs aleatoriamente, e não sinto muita vontade de ver o próximo, mas é uma série deliciosa.

    • 6 dezembro 2009 às 9:26 pm

      Vinícius, não tinha ouvido nenhuma das canções antes de ver o episódio. Adorei!!!

      L. Vinícius, pra mim a oitava temporada foi o ponto final perfeito para a série, com a saída do Zach Braff. Mesmo se acompanhasse religiosamente, não veria essa nona, que foi obviamente uma jogada imatura e desesperada do canal! 😉

  3. 6 dezembro 2009 às 10:52 pm

    eu ODEIO scrubs. odeio. e eu fiquei revoltada com Zach Braff, pq vi aquele filminho dele com a Natalie Portman e ameeeei (Hora de voltar, acho). e eu odeio esse imbecil.
    enfim, não suporto. não suporto essa levinha de seriado considerado inteligente (tipo Big Bang Theory), filhotes de Seinfeld… que eu tb odeio.
    oi Louis, vim só pra reclamar hoje! beijo.

    • 7 dezembro 2009 às 12:40 am

      Quéroul, quanto ódio no coração huahuahua… Gosto do Braff, acho ele simpaticão e muito bom em Scrubs. Tb se provou talentoso como roteirista (apesar de particularmente considerar sua direção em Hora de Voltar discutível, com alguns lances de amador). E acho que Scrubs não tem a pretensão de um Big Bang Theory!

      PS: Adoro reclamações!!! 🙂 Beijo.

  4. Ricardo
    7 dezembro 2009 às 12:41 am

    Que tal você falar sobre “Os vigaristas” ^^??
    http://www.imdb.com/title/tt0844286/

  5. Ricardo
    7 dezembro 2009 às 1:13 am

    Que tal você falar sobre “Os Vigaristas”??
    Uma da médicas novatas de Greys, faz um pequena participação no filme 😛

  6. Ricardo
    7 dezembro 2009 às 1:14 am

    Ui, pensei que o comentário não tivesse sido publicado deleta um deles aí :S
    Ah e apaga esse tb eheheeh

    • 7 dezembro 2009 às 1:17 am

      Ricardo, sem problemas – é que sempre quando alguém comenta pela primeira vez, o comentário cai para ser aprovado! 😉 Esse filme Vigaristas eu até me interessei por ver, mas estreou justamente na época da Mostra, qd eu estava vendo alucinadamente os filmes que estavam por vir. Acabei deixando passar. Talvez descubra em DVD!

  7. Ricardo
    7 dezembro 2009 às 1:32 am
  8. Ricardo
    7 dezembro 2009 às 2:43 am

    Um atenção especial pra cena do beijo ehehehhehe

    • 7 dezembro 2009 às 3:56 am

      Obrigado pela sugestão e pelo link! Vejo assim que puder! o/

  9. 14 dezembro 2009 às 12:32 am

    Vou guardar pra ano que vem, qnd eu fizer meu curso. 😉

    =*

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: