Início > Cinema > Rumo a Toy Story 3

Rumo a Toy Story 3

No mundo de “Toy Story”, onde os brinquedos ganham vida assim que as crianças deixam o quarto, o boneco cowboy Woody tem o posto de companhia predileta de seu dono Andy ameaçado pela chegada do moderno astronauta em miniatura Buzz Lightyear – que acabou de sair da fábrica e está plenamente convencido de que é um patrulheiro espacial de verdade! Com essa premissa criativa e ousada veio ao mundo, em 1995, o primeiro longa-metragem de animação computadorizada, abrindo alas para os projetos futuros da Pixar (estúdio então famoso pela produção de curtas neste formato) e garantindo à distribuidora Disney o seu vale-refeição das próximas décadas. Foi um sucesso. O público se encantou, a crítica se derreteu e a Academia premiou o diretor John Lasseter com um Oscar Honorário pela conquista. A história de agora em diante você já conhece: as técnicas desenvolvidas pela Pixar foram chupadas pela concorrência – que em certos casos também atingiu resultados notáveis caminhando por conta própria -, a animação tradicional se tornou obsoleta – embora ainda possua seus atrativos e peculiaridades, como prova o estúdio Ghibli, do japonês Hayao Miyazaki, ou mesmo a Disney com o investimento em “A Princesa e o Sapo”-, e neste leque de novas oportunidades que se abriu “Toy Story” se mantém como um dos quocientes mais especiais. Rendeu inclusive uma continuação em 99, planejada inicialmente para home video, mas lançada nos cinemas – e o capítulo não devia em nada para o antecessor.

rex

Eis que depois de muita especulação e problemas com o roteiro (a cada dia se noticiava um plot diferente), está sendo finalizada a terceira parte de “Toy Story”. Com direção de Lee Unkrich (assistente em “Monstros S.A.” e “Procurando Nemo”) e texto de Michael Arndt (o renomado roteirista de “Pequena Miss Sunshine”), o filme estreia no próximo verão americano e divulgou, ainda há pouco, seus primeiros cartazes e um trailer. A trama que gerou tanta discórdia foi firmada no avanço do tempo: o dono dos heróis cresceu e está indo para a faculdade. E agora? O que acontecerá com Woody, Buzz e as dezenas de coadjuvantes carismáticos? Nota-se pelos dois minutos de trailer que a conexão emocional com “Toy Story 3” será inevitável – afinal, quem não se lembra com afeto e nostalgia dos brinquedos que coloriram a infância, mas que acabaram ficando para trás, encaixotados ou passados adiante? Veja e compartilhe das minhas expectativas clicando aqui (o YouTube, como vocês sabem, anda cheio de frescuras, deletando os trailers por violação de direitos).

Categorias:Cinema
  1. 11 outubro 2009 às 2:02 pm

    os cartazes recém-lançados e o novo trailer nos dão uma boa ideia do que veremos ano que vem, Louis. certamente será um grande sucesso d crítica e público.
    abraço🙂

  2. 11 outubro 2009 às 7:23 pm

    Oba!!!! ^^
    (só isso a dizer) xD

    • 11 outubro 2009 às 9:57 pm

      Jeniss, sem dúvidas! É sucesso garantido! Abraço😉

      Jecik, pelo visto tb é fã da saga Toy Story? Eu amo do fundo do coração!! E olha que nem considero os dois primeiros os melhores da Pixar…

  3. 11 outubro 2009 às 10:03 pm

    Realmente, quando ‘Toy’ estreou me senti transportado para um novo mundo. Como um desenho poderia ser tão realista? Como uma amizade poderia nascer de dois brinquedos totalmente opostos, enquanto Woody é contra coisas novas, Buzz chega pra revolucionar (metáforas metalinguísticas sempre são ótimas). E quando a gente pensava que tinha acabdo, chega o ‘toy 2’ tão bom quanto o primeiro, com mais personagens bem construidos e inseridos como se fossem já conhecidos por todos. Só acertos até agora, e acho que em 2011 ele terá seu lugar entre os concorrentes do Oscar com certeza, afinal, o filme não é feito um brinquedo velho que é esquecido quando crescemos, mas é quando ficamos mais velhos que realmente sabemos do verdadeiro valor da nossa infância

  4. 11 outubro 2009 às 10:23 pm

    Louis, acredita que não vi nenhum dos filmes da série?? Ainda bem que tenho tempo para fazer isso antes da estreia de “Toy Story 3”! Beijo!

    • 11 outubro 2009 às 10:43 pm

      Luis, eu lembro que quando eu vi o primeiro, ainda bem pequeno, era uma novidade imensa, a ponto de eu ter perguntado para minha mãe se o menino era “de verdade”! hahaha… O segundo esteve à altura e o terceiro nem tem como desapontar. A Pixar não deixaria isso acontecer!

      Ka, não creio!!!! Procure com URGÊNCIA!!! São filmaços, e o primeiro já tem, inevitavelmente, seu lugar na História.

  5. 12 outubro 2009 às 12:47 am

    Como um apaixonado pelo mundo de Toy Story e o mundo da Pixar, estou super ansioso para assistir esta sequência.

  6. 14 outubro 2009 às 1:41 am

    Fã incondicional desde sempre. “Toy” marcou época, marcou minha infância, dos maiores acertos da história do cinema (na minha humilde opinião). Filem, pra mim, tem que mexer com quem tá do outro lado, tem que transportar você pra outro mundo, e “Toy” faz isso.
    Tô esperando ansiosissima.

    • 14 outubro 2009 às 9:28 am

      Jecik, concordo contigo! Os filmes da série significam o mesmo para mim.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: