Início > TV > Séries que ficaram

Séries que ficaram

c13gilmore_l

Até hoje eu não assisti a todos os episódios de “Gilmore Girls”, e pretendo continuar desse jeito até quando for possível. É sempre uma delícia ligar a TV à tarde e encontrar um episódio inédito (só para mim, dá licença?) de uma das minhas séries mais queridas. Tudo bem que as últimas temporadas foram fracas, que depois que a April-filha-do-Luke apareceu só o que eu conseguia pensar era que alguém precisava refazer com urgência aquele teste de DNA caseiro, que Lorelai com Christopher foi pura enrolação (em pensar que eu torci pelo casal no começo – como fui burro!), e que Rory e Logan formavam um par de dar azia. Sério, como puderam errar tanto? Ok, já sabemos a resposta: a mãe da série, Amy Sherman-Palladino, abandonou o barco depois da sexta temporada (e ao que parece, não saiu, “foi saída”), então já era esperado que o programa desse umas descambadas (e sejamos justos, já tinha uns episódios ruinzinhos enquanto a Amy estava à frente do show). Mas lá pelos anos iniciais, quando ainda era uma das séries mais bem escritas no ar e quando Lauren Graham dava show em todo episódio (sem nunca – você leu direito, NUNCA – ter sido indicada ao Emmy pelo desempenho), “Gilmore Girls” fazia por merecer toda a badalação. Série linda!

life

No mesmo esquema, ainda não vi tudo que tem pra ser visto de “My So-Called Life”, ou “Minha Vida de Cão”, com Claire Danes na flor da adolescência. Durou uma única temporada, e me alegra saber que ainda tenho três ou quatro capítulos fresquinhos e inassistidos. Claire interpretava uma garota comum, daquelas que conhecemos e até fazemos amizade durante o primário, mas que depois que cresce tinge o cabelo e começa a andar com outra turma (no caso, a personagem Angela pintava o cabelo de vermelho, cor que caiu bem à Danes, e se aproximava de uma moça desvirtuada e um latino afeminado). Tinha também uma paixonite por Jordan Catalano (um Jared Leto em início de carreira). Com “Anos Incríveis” é a mesma coisa. A série faz parte da minha vida e me lembro de várias passagens com saudosismo, mas perdi muita coisa e acho bom. Fui correr com “Freaks and Geeks” e “Joan of Arcadia” e veja no que deu: terminei tudo num instante e estou condenado a assistir reprises por toda a eternidade. Judiação!

P.S.: Faltou dizer no post anterior que o David Archuletta do “American Idol” é o gêmeo perdido do Godric, o velho vampiro teen de “True Blood”.

Anúncios
Categorias:TV
  1. 1 outubro 2009 às 1:35 am

    Infelizmente, nao tenho o prazer de assistir um episodio inedito de Gilmore Girls. Eu tenho os Dvds e devoro a serie sempre que posso. E realmente uma das melhores series. Quando tava comecando a aprender ingles, botei na minha cabeca que quando eu entedesse o que a Lorelai falava sem precisar de legenda, eu estaria muito bem! Saudades dos meus DVDs… Engracado que aqui tem uns canais que reprisam as series antigas… Tem um que reprisa so Full House o dia inteiro(Meu Deus, como que eu assistia aquilo??)!! E tem um que passa 3 episodios de Gilmore Girls seguidos a tarde. E uma pena que tenho que trabalhar! =P
    Nunca assisti esse Minha vida de cao, mas era louca por Anos Incriveis! Ainda passa na TV Cultura??

  2. 1 outubro 2009 às 8:31 pm

    Pois morram de inveja, pois eu ainda tenho 3 temporadas inteirinhas de GG me esperando… mas Gilmore pra mim é igual FRIENDS, mesmo que eu já tenha visto 500 vezes, eu sempre me divirto revendo determinado espisódio… por enquanto só tenho os dvds da terceira temporada, mas pretendo comprar o resto… entra no meu Top 3 de séries, sem dúvida…

    Ah, alguém mais chorou como criança no discurso da Rory no final da terceira temporada, quando ela se forma em Chilton? Eu chorei horrores, e olha que eu nunca choro em nada… parece que aquilo foi o agradecimento que todo fã queria dar pra Lorelai, por 3 anos de alegrias e amor, pra nós, fãs…

    • 1 outubro 2009 às 11:02 pm

      Karol, não tenho os DVDs de Gilmore porque estão caros demais, mas até prefiro ver tudo assim, aos pouquinhos, pegando os episódios por acaso no Warner Channel – inéditos ou não. E assim como você, eu tb ADORAVA Full House, e só revendo hoje percebo o quanto era pobrezinho rsrs… Anos Incríveis até onde eu sei ainda é reprisado pela Cultura.

      Régis, apesar de algumas opções de Gilmore me irritarem, especialmente nas últimas temporadas, tenho muito carinho pela série e devo ter episódios não-vistos que somam umas duas temporadas completas! E também me emocionei muito com esse episódio!

  3. 1 outubro 2009 às 11:04 pm

    Eu não assisti a todos os episódios de “Gilmore Girls” e sempre adoro assistir às reprises, mesmo quando elas são de episódios que eu já vi! Sinto o mesmo em relação à “Everwood”. Beijos!

  4. 2 outubro 2009 às 12:36 am

    Só uma coisa a dizer: saudade de GG! =/

    • 2 outubro 2009 às 3:06 am

      Ka, nunca vi muita coisa de Everwood mas sempre me passou a imagem de série bonitinha e sensível – tipo Gilmore, que assim como vocë, vejo com prazer mesmo as reprises!

      Jecik, também sinto, mas durou o que tinha que durar e mais um pouco!

  5. Roseli Zanella
    10 outubro 2009 às 3:21 am

    Diferente de vc assisti a GG inteiro e só comecei a ver pq minha filha queria ver comigo como fizemos com The O.C., engraçado The O.C. vimos juntas nas férias e tinha dias que clareava o dia e levavamos um susto pq não tinhamos dormindo ainda e GG eu vi sozinha, mas sem legenda com a amada Lorelai é complicado viu, pena mesmo que foi se perdendo no final, alias isso tem acontecido com a maioria das séries que gosto. Beijos

    • 10 outubro 2009 às 2:59 pm

      Roseli, sou adepto da teoria de que as séries passam por uma decadência natural. Poucos conseguem sustentar uma fórmula física sem cansar, e quando tentam mudar demais tb correm o risco de perder seguidores. Tem que ter jogo de cintura pra equilibrar isso tudo! Apesar disso me lembro de “Gilmore Girls” com carinho. E já fiz várias maratonas de seriados com minha mãe – o que é muito gostoso! Beijão.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: