Início > Cinema > A pequena Meredith

A pequena Meredith

Não vá assistir “Ele Não Está Tão A Fim de Você” pensando que o elenco estelar é sinal de que esta será mais do que uma comédia romântica ordinária. Não é. É outra bobagem previsível, irritante e entupida de clichês. O roteiro é tão pavoroso que nem a fama, a beleza e o carisma de Jennifer Aniston, Jennifer Connelly, Drew Barrymore e Scarlett Johansson conseguem evitar o desastre. Nem a encantadora Ginnifer Goodwin como narradora consegue conferir um pouco de dignidade. Nem os talentosos Kevin Connolly e Justin Long, se esforçando para defender o núcleo masculino, surtem algum efeito. Nem o sex-appeal de Bradley Cooper é bem aproveitado. E Ben Affleck… Bom, este conseguiu aderir outra bobagem para uma carreira já apinhada delas.

Muito longo para uma fita do gênero (são mais de duas horas de metragem), “Ele Não Está…” é fraco em todos os conflitos que tenta criar para todas as suas múltiplas tramas. Os personagens são rasos como pires, sem exceção. O pior é que os atores parecem estar cientes disso e também estão constrangidos (não tem nada pior do que assistir um filme com atores tão visivelmente deslocados). As piadas são um fiasco. Todas. A única capaz de fazer rir, pasmem, está no trailer – ou seja, já vemos sabendo o desfecho e não achamos a mínima graça. Outro blefe do diretor Ken Kwapis, do também péssimo “Quatro Amigas e Um Jeans Viajante” (que ao menos contava com o novo amor da minha vida Amber Tamblyn).

No entanto, o que me faz regastar este post (escrito na época do lançamento do filme nos cinemas brasileiros), além da minha assumida dificuldade de conciliar o blog com a agenda lotada, é chamar a atenção para a menininha que aparece no começo. Diz se ela não é a cara da Ellen Pompeo, a Meredith de “Grey’s Anatomy” (ou como ela seria quarenta anos atrás)?

babymer

Idêntica, né? Se souber de mais alguns gêmeos separados no nascimento, escreve pra mim contando. Só não vale os óbvios, tipo Helen Hunt e Leelee Sobieski ou Daiane dos Santos e Sharlene da “Família Dinossauro”.  E já me lembrei de John Cameron Mitchell e Rachel Griffiths.

.:. Ele Não Está Tão A Fim de Você (He Is Not That Into You, 2009, dirigido por Ken Kwapis). Cotação: C-

Categorias:Cinema
  1. 30 setembro 2009 às 12:48 am

    Eu lembro que quando vi o cartaz desse filme pensei imediatamente que seria ótimo (todos aqueles nomes davam um enorme peso). Mas sem tempo, acabei não vendo no cine e estou inclinada a não ver o DVD. (não achei a menina muito parecida com a Mer, só um pouquinho)

    ^^

  2. 30 setembro 2009 às 12:52 am

    Não achei a menina parecida com a Ellen Pompeo! Bom, esta é a cara da Renée Zellweger e a Ginnifer Goodwin é irmã gêmea da Jennifer Morrison! Beijos!

  3. 30 setembro 2009 às 3:01 pm

    Ela lembra a Meredith mesmo, mas o melhor de tudo é a legenda: “cocô” huahauhauhaua. Você deve ter pensando: “Esse filme é um cocô!”, mas quando assisti o filme apenas achei raso, mas gostei por ter no elenco Bradley Cooper e Scarlett Johansson, ambos gatissímos. Talvez eu tenha ficado admirando a beleza dos dois e não prestei muita atenção no filme, se bem que não tinha nem um roteiro, era apenas aquela coisa de dar o telefone e ninguém retornava a ligação, totally silly.

    • 1 setembro 2009 às 5:00 pm

      Jecik, se não viu continue sem ver que não fará a menor diferença!🙂

      Ka, tadinha da menina! Comparar com Renée Zellweger??? huahuahuahuahua… Quanto a Goodwin e a Morrison, tem semelhanças, mas fico com a segunda. Beijo!

      Mark, o filme é mesmo muito bobinho e a legenda é mais que oportuna! Como somos maldosos!!!😉

  4. 30 setembro 2009 às 5:04 pm

    realmente, é um filme bem marromenos mesmo.
    mas gosto da personagem principal, a talda romântica que pouco a pouco vai se apaixonando pelo interpretado por Justin Long.
    abraço🙂

    • 1 outubro 2009 às 12:01 am

      Jeniss, exato, Goodwin tem a melhor personagem e consequentemente é quem mais se sobressai como atriz também. Pena que quase todas as outras cenas pendam para a frivolidade. Abraço!🙂

  5. 3 outubro 2009 às 9:25 am

    O filme me divertiu, e teve entrelinhas interessantes. Só é muito burocrático…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: