Início > Diversos, Música, Premiações > Pegou mal! (Ou o bafão no VMA)

Pegou mal! (Ou o bafão no VMA)

Quando testemunhei Reese Witherspoon roubando o Oscar de Felicity Huffman, e Renée Zellweger sendo premiada pela Academia acima de todas as suas adversárias, me imaginei subindo no palco e quebrando as estatuetas em questão na cabeça delas. Pois Kanye West fez algo parecido no VMA, o prêmio da MTV para os videoclipes, diante de uma inesperada e injustificada vitória de Taylor Swift. “Beyoncé tem um dos melhores vídeos de todos os tempos!”, ele gritou ao arrancar sem cerimônia o microfone da ganhadora. A menina ficou com cara de tacho, enquanto a plateia gritava e vaiava a grosseria, e se recuperou do choque tarde demais, quando os produtores do evento já tinham desligado o som do microfone e cortado para a próxima atração. Só no final da noite Swift terminaria seu discurso, numa oportunidade oferecida pela própria Beyoncé (ela cedeu o seu espaço quando foi eventualmente premiada pelo Videoclipe do Ano).

Que feio, Kanye!

Que feio, Kanye!

Não assisti ao VMA, mas fui vencido pela curiosidade e conferi no YouTube a cena relatada acima. Como comentei no início do post, tive reações parecidas com a do Kanye em várias ocasiões – mas como vejo tudo de casa, coitado, nunca tive a chance de cometer tamanha deselegância. E mesmo se tivesse, você e eu sabemos que não o faria. Aplaudir polidamente um adversário frente à sua conquista pode parecer hipocrisia (Samuel L. Jackson e Steven Spielberg não esconderam o desapontamento ao perder Oscar por “Pulp Fiction” e “Tubarão”, respectivamente, e tem quem veja isso como uma reação mais saudável, sincera). O negócio é o seguinte: ninguém gosta de perder; alguns só disfarçam a frustração melhor do que os outros. E na grande maioria dos casos tomamos as dores alheias. O problema é que dessa vez Kanye tomou partido de alguém que nem parecia se importar (Beyoncé levou a derrota na esportiva e também ficou surpresa quando ele adentrou o palco lhe defendendo – até porque ela está visando coisas maiores; tenho pra mim que ela não sossega até ganhar um careca dourado muito mais nobre).

Resumo da ópera: ficou chato pra todo mundo. Beyoncé ficou pra lá de constrangida, a garota Taylor ficou abaixo do chão, o público presente ficou boquiaberto por presenciar tamanha humilhação e o pessoal de casa, sem graça por todos os envolvidos na situação. Kanye foi o mais prejudicado. Passou de uma personalidade meramente controversa para o sujeito mais odiado do showbizz (todo o meio artístico o condenou, sem exceção – dizem até que a Pink tentou partir pra cima dele no camarim, e parece que até o Obama lhe chamou de “jackass”, otário). Ele escreveu umas desculpas esfarrapadas e meio duvidosas no seu blog, ainda no tom de dono da verdade, e tentou se reparar de forma mais honesta no programa do Jay Leno, mas não adiantou. Todos guardaram rancor – e devem continuar se lembrando do papelão, ao menos até ele lançar um novo álbum. O pior é que ele foi se queimar por uma bobagem completa (é fato consumado que a MTV foi tomada pelo público teen, o que explica o resultado amador dos Movie Awards e desta edição). E que está estimulando, dentro de alguns círculos, a imagem de supremacista negro.

Kayne, parceiro, senta aqui comigo e ouça este conselho camarada: da próxima vez leve toda a sua indignação para o Orkut. Extravase tudo ali, e só ali. Faça como eu!

Anúncios
  1. Caroline®
    16 setembro 2009 às 2:00 am

    Louis, eu vi o lance na tv. Na hora achei muito doido, e levemente engraçado. No dia seguinte, achei tosco e idiota. E hoje tenho quase certeza que foi armação da MTV, porque o Kanye foi na estreia do novo programa de Jay Leno, e o show deve ter bombado por isso… todo mundo saiu ganhando: a Taylor (que eu nem sabia que existia e era uma mera coadjuvante do Jonas Sisters), a Beyoncé (posou de grande dama), a MTV (conseguiu alavancar um evento mixuruca e decadente) e até o Kanye (que gosta de aparecer mais do que qualquer coisa). E por fim, o Jay Leno….

    • 16 setembro 2009 às 2:05 am

      Caroline, imaginei que você conhecesse a Taylor, como fã de Grey’s Anatomy – eu só descobri que ela existia porque uma de suas músicas tocou no último season premiere. Foi uma grande projeção pra todos ali, mas será que o Kanye se arriscaria a esse ponto, ganhando a antipatia geral porque convinha para a MTV? A se pensar…

      • Caroline®
        16 setembro 2009 às 2:42 am

        Kanye adoooooora aparecer! Talvez ele não tenha pensado que ia ser tão gongado assim…
        E eu fico tão ligada nas histórias de Grey’s que quase não presto atenção nas músicas. As únicas que me marcaram são Chasing Cars e How to save a life (óbvias, :))

      • 16 setembro 2009 às 2:53 am

        Acredito que tenha sido um impulso, uma puta mancada da qual ele terá dificuldade de se livrar.

        A música White Horse da Taylor toca na segunda parte do premiere da season 5, quando a Izzie diz pra desmemoriada (daquelas amigas que sofreram um acidente de limusine) que o marido dela (que tinha morrido) ia chegar em breve! 😉

  2. Gustavo H.R.
    16 setembro 2009 às 3:02 pm

    Sujeito imbecil.

    E eu, também, lascaria o Oscar na cabeça da Renée e dos acadêmicos que nela votaram.

  3. 16 setembro 2009 às 6:08 pm

    Muito besta o que ele fez, ainda mais num prêmio tão inútil quanto o VMA, custava deixar a menina curtir o momento dela? Se fosse no Grammy então…

  4. Régis
    16 setembro 2009 às 11:02 pm

    Que Kanye que nada… neste VMA eu só via a GaGa menstruando pelo peito… huahua… falando sério, concordo em partes com o Kanye… porque realmente o clip da Taylor era de longe o mais sem graça… o da P!nk e o da GaGa eram infinitamente melhores… agora o que ele fez foi vergonhoso mesmo… pow, a coitada ficou sem reação… me deu pena da Taylor… a criatura ficou perdidinha lá em cima…

  5. Régis
    16 setembro 2009 às 11:06 pm

    Só não entendi o comentário da Caroline, sobre a Swift ser uma coadjuvante dos Jonas Brothers… a Taylor Swift é uma das cantoras mais conhecidas do cenário musical la nos States… ano passado ela foi indicada em não sei quantas categorias do Grammy… as músicas dela tão sempre entre as mais executadas dos charts de música country… e no Hot 100 da Billboard tbém… baixa algumas músicas dela Carol, ela tem umas bem boas… não é uma Carrie Underwood, mas é um country gostosinho de ouvir…

    • 16 setembro 2009 às 11:35 pm

      Gustavo, então somos parecidos!! rsrsrs…

      Lucas, pensei nisso tb. O prêmio é tão irrelevante que não dá pra levar a sério.

      Régis, não conheço muito a Taylor, mas sei do sucesso que ela faz, que é novinha, que escreve as próprias músicas e que penou pra emplacar como cantora. Por isso a respeito. Se concordo com o Kanye que o clipe dela não era melhor, discordo terminantemente de sua atitude (apesar de já ter pensado algo parecido, como comentei).

  6. 17 setembro 2009 às 4:40 am

    Premiação medíocre tem que ter momentos assim. West é mesmo um “jackass”.

    • 17 setembro 2009 às 6:02 am

      De acordo, Wally. Todo ano tem algum ocorrido nada glorioso para se comentar neste evento. Na edição retrasada foi a Britney gorda e desanimada. E é só isso que eu acabo vendo! 🙂

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: