Início > TV > Gente, a Judith morreu!

Gente, a Judith morreu!

E agora? Será que o pai da Joan vai pegar o assassino?

Muito atrasado estou eu, descobrindo a segunda (e última) temporada de “Joan of Arcadia”. Não estava nos meus planos chorar com mais um discursinho clichê de Deus, que poderia muito bem ter saído de um livro do Paulo Coelho. Mas com a música de fundo certa, o talento de Amber Tamblyn e todo o contexto em que este clichê foi empregado, não deu outra: não consegui conter umas lágrimas rebeldes quando a passagem pela vida foi comparada a malabarismos (onde uma bola está sempre no ar, ou seja, se lida com uma emoção de cada vez para suportar todos os fardos).

O vídeo com os minutos finais do episódio está logo aí. Na cena, Joan, Adam, Grace, Luke e Friedman estão estarrecidos com a morte de uma amiga, e Deus (dessa vez interpretado pelo pai da Joan na vida real, Russ Tamblyn) vem ao auxílio.

Desculpa, mas preciso perguntar: como é que uma série dessas, fina e de boa estirpe, pode ter sido cancelada com tanta falta de consideração? Como nenhum mega executivo da TV americana interveio em seu favor?  Da primeira temporada para cá, não decaiu em nada em termos de qualidade (pelo contrário, desconfio que tenha ficado ainda melhor com o tempo), e os ratings, olhando agora, não eram vergonhosos para uma noite de sexta-feira (dia em que era exibida na CBS). Mas que seja bom enquanto dure, não é mesmo? Só o que posso dizer é que “Joan” foi para o mesmo Céu onde já descansam “Arrested Development”, “Studio 60” e “Veronica Mars”.

E garanto que se ganhasse na loteria, investiria todo o dinheiro na produção de uma terceira temporada.

Anúncios
Categorias:TV
  1. 19 julho 2009 às 10:18 pm

    Este episódio foi um dos mais dolorosos e difíceis que eu já vi. Faço minhas as suas palavras sobre “Joan of Arcadia” e o que a Amber Tamblyn fez nesse episódio, por exemplo, era digno do Emmy – e ela nem foi lembrada naquele ano. Protestarei sempre pelo cancelamento precoce de “Joan of Arcadia”.

    Beijo!

  2. 20 julho 2009 às 7:10 pm

    Este episódio foi um dos mais dolorosos e difíceis que eu já vi. [2]

    Fiquei acachapado, Ka! Joan of Arcadia realmente me faz “sentir”, como poucas séries já fizeram. Beijão!

  3. . bia
    26 julho 2009 às 1:34 am

    Meu, eu amava Joan of Arcadia, puta mancada da emissora cancelarem. Meu olho lacrimejou revendo essa cena, e esse episódio é um dos melhores mesmo.

    • 27 julho 2009 às 9:31 am

      Bia, encerrei toda a série a alguns dias e minha indignação pelo cancelamento precoce continua! E esse episódio se mantém como um dos melhores de Joan, senão o melhor!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: