Início > Cinema > Transformers I

Transformers I

O primeiro “Transformers” foi a fita de ação mais sensacional de 2007: um filme legal, divertido e movimentado, com efeitos de qualidade incontestável e uma direção competente de Michael Bay (que faz até piada de si mesmo, com citação ao seu “Armageddon”). Ou seja, era um espetáculo visual que entretinha o público a ponto de fazê-lo ignorar o roteiro sem pé nem cabeça (a tentativa de fazer humor com os robôs falando em gírias é vergonhosa). Em decorrência, foi bem de bilheteria e bateu recorde de vendas ao ser lançado em DVD (o lucro foi ainda maior porque custo da produção não foi lá exorbitante – não ultrapassou os US$ 150 milhões -, e porque o filme é abarrotado de merchandising – General Motors, Burger King, Nokia etc).

shia

Não estava familiarizado com o desenho Transformers, tampouco com os brinquedos, mas quem cresceu no começo dos anos 80 deve se lembrar melhor e, portanto, ver o longa empolgado pelo fator nostalgia. Dizem que o filme é fiel às origens, mas não aquela fidelidade restrita que o torna insuportável ao espectador despreparado (como aconteceu com “Speed Racer”, que não funciona para quem já não era fã). A trama é bastante simples – parece mais confusa do que realmente é porque há um excesso de personagens em ações paralelas, alguns deles sem razão de existir. O ponto comum entre eles é o adolescente Sam Witwicky (o garoto-problema Shia LaBeouf), que ganha um carro do pai e tenta impressionar a maior gata do colégio (Megan Fox). Mas não demora a perceber que o carro tem vontade própria e que o ajuda a criar o clima para se aproximar da menina, ao estilo de “Herbie – Meu Fusca Turbinado”. Só depois ele se dá conta de que o automóvel é, na verdade, um transformer – robôs vindos de outro planeta que vivem entre nós disfarçados de carros, caminhões, jatos de guerra e assim por diante. Eles se dividem entre os vilões Deceptions e os heróis Autobots, os primeiros planejando exterminar a raça humana e os segundos, tentando protegê-la.

Idealizado como trilogia (a segunda parte, rodada às pressas, já estreou – a resenha desta virá no próximo post -, e a terceira logo vai para o forno) e apadrinhado por Steven Spielberg, “Transformers” é diversão em seu estado mais bruto. Uma fonte comercial inesgotável para os produtores e um deleite para a molecada e para aqueles que já deixaram de ser criança, mas que ainda se lembram da sensação de ter oito anos de idade.

.:. Transformers (Idem, 2007, dirigido por Michael Bay). Cotação: B+

Anúncios
Categorias:Cinema
  1. 8 julho 2009 às 5:18 pm

    Só vi esse, ainda nem fiz questão de ver o outro mas devo acabar vendo um dia… Mas num deixa de ser um bom entretenimento e esse Shia tem furuto…

    • 8 julho 2009 às 9:48 pm

      Não fiz questão de ver este primeiro Transformers nos cinemas (só fui assistir meses depois, em DVD), e garanto que é um entretenimento muito melhor que a sua continuação. Shia está tendo ótimas chances no cinema, especialmente como mocinho de fitas de ação!

  2. 8 julho 2009 às 10:47 pm

    Também, só vi esse em sua éstreia, e gostei bastante, e concordo quando diz que é um real filme de ação, que faz qualquer um esquecer, o que Bay sempre faz AÇÃO DE TIRAR O FOLÊFO E UM ROTEIRO CHEIO DE FUROS … Mas, compensa!

  3. 9 julho 2009 às 1:04 am

    “Diversão em estado bruto”… Perfeito!

    Sinceramente, Bay se superou com esse filme. É tudo muito espetacular, sem frescuras nem pretensões exageradas.

    • 9 julho 2009 às 4:30 am

      Cleber, o forte dos filmes do Michael Bay nunca é o roteiro, mas ele geralmente se esquiva disso com habilidade. No final das contas, o argumento ou o contexto é o que menos importa!

      Gustavo, também considero o primeiro Transformers como o melhor do Bay!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: