Início > TV > Eu amo a Meredith

Eu amo a Meredith

Como todas as séries atuais estão de férias (das que eu acompanho, as únicas que ainda tem episódios inéditos são “In Treatment” e “Greek”, e esta última só tem mais um capítulo antes do encerramento da temporada), e como as séries dos canais pagos ainda não retornaram (mas “Weeds” e “True Blood” voltam nos próximos dias, viva!), aproveitei as duas últimas semanas para rever, sem compromisso, os primeiros episódios de “Grey’s Anatomy”. Vi os nove da primeira temporada e sete da segunda. Aliás, informação etílica: a primeira temporada deveria se estender até o episódio cinco da temporada 2; encerraram antes da hora porque convinha para a ABC que a temporada acabasse junto com os finales das outras séries do canal.

Nem falo muito sobre o primeiro ano, que foi meio café com leite – a série surgiu como uma espécie de “tapa-buraco” e nem os envolvidos na produção levavam muita fé, como já disse Ellen Pompeo. Mas a segunda foi tão perfeitinha que dá até gosto. Foi ali que a série cresceu semana a semana, e ali que colocaram o padrão de qualidade lá em cima – e nos deixaram mal acostumados com o alto nível e frustrados com os episódios “não tão perfeitos” das temporadas seguintes. Para mim, o mais legal de rever tudo, desde o comecinho, é testemunhar a Dra. Bailey, que com o tempo se tornou o porto seguro do Seattle Grace Hospital, em sua fase inicial, tirana e “nazi” (e Chandra Wilson antes da gravidez tinha uma cinturinha de pilão, reparem).

MeredithGrey

O propósito desse post, porém, é fazer uma confissão sincera que – juro – não tem intenção de ser polêmica. Seguinte: eu sei o quanto a Meredith é detestada e o quanto a Pompeo é vilipendiada por sua interpretação. O fato é que eu acabei seriamente apegado a ela, e a trajetória da personagem do início da season 1 até o final da season 5 foi – embora pouca gente reconheça – coerente e muito bem conduzida. Meredith é profunda, problemática, danificada pela família desajustada que teve, pela mãe que nunca lhe deu atenção e que depois jogou todas as frustrações na cara dela enquanto tinha a memória corroída pelo Alzheimer. Meredith sentiu a dor de ver o pai desistir dela, substituindo sua existência por outra família. Meredith é louca por afeto, mas afasta qualquer um que tente se aproximar (como o Chief ou o Derek, por incontáveis vezes). Meredith se abala com o caso dos pacientes e não consegue evitar quando os toma como filtro para sua própria vida. E se defende dos problemas bebendo e dormindo com desconhecidos, mas vai amadurecendo em frente ao amor verdadeiro (por mais cafona que isso seja).

A Ellen Pompeo está sempre à altura das emoções exigidas, e se seu trabalho não é tão reconhecido quanto os dos colegas de cena, é porque a esmagadora maioria precisa de lágrimas visíveis para considerar uma boa atuação (fora o peso-pesado que ela enfrenta nos Emmys e Globos de Ouro da vida – Glenn Close, Holly Hunter e Sally Field não são concorrência para qualquer um). Se quiserem um exemplo de personagem construído de dentro pra fora, podem pegar como base a Meredith Grey de Ellen Pompeo.

* Haters to the left.

Anúncios
Categorias:TV
  1. 7 junho 2009 às 6:39 pm

    Não fica com raiva de mim, Louis, mas eu ODEIO Meredith Grey. É um dos personagens mais detestáveis da TV atual, para mim, ao lado do chato Derek McDreamy Shephard!!

    Mas, admito que a Ellen esteve excelente nesta última temporada. Ela ofereceu ótimas atuações e merece este meu reconhecimento. 🙂

    Beijo!

  2. Alex Pizziolo
    7 junho 2009 às 10:36 pm

    Que legal ler isso!
    Eu também AMO a Meredith!
    Concordo com tudo que você disse!

    Amo tudo na Mer, dos momentos engraçados aos dramáticos!
    Ela a minha preferida de Grey’s, admito que ela não me conquistou de cara mas com o passar do tempo ela foi ficando cada vez mais perfeita!
    E Ellen Pompeo, por mim, já teria 1 indicação ao Emmy (pela 3ª Temporada) e esse ano ela receberia sua 2ª Indicação!

    MerDer é um dos melhores casais da TV!

  3. Caroline®
    8 junho 2009 às 1:04 am

    Eu tô fazendo a mesma coisa que vc, e redescobrindo o quanto a série é bem construída desde o princípio e quanto eu amo a Bailey e a Yang!

    • 8 junho 2009 às 3:52 am

      cara, eu jah amei a Meredith, mas a chama apagou dps de um tempo… hehehe
      mas, não posso negar isso q vc falou, que eh um personagem muito bem construido e que a atriz merecia mais reconhecimento.

      qdo comecei a ver greys anatomy eu achava q ela era interpretada pela PENNY do LOST… na primeira vez q vc ve as duas elas são mt parecidas..

      e é isso ai… TRUE BLOOD essa semana, uhul!

      Abraços!!

    • 8 junho 2009 às 11:02 am

      Ka, não guardo rancor, não rsrs… Estou acostumado, sei que sou exceção e que a grande maioria detesta a Meredith. Eu demorei a gostar dela também (não odiava, mas achava chatinha e enjoativa), mas já estou seriamente apegado a ela. E não suporto o McDreamy!!! Beijo!

      Alex, não admito algumas atitudes do Derek (como assim, deixar a Meredith pela Addison no começo da segunda temporada?? E depois ainda ficar posando com aquela cara de mestre dos magos no hospital, afe!); mas a Meredith eu amo pra todo sempre. O problema da Pompeo com o Emmy é que, pra ela, a indicação é mais suada do que para as coadjuvantes, que tem uma concorrência mais fraca!

      Caroline, também amo essas duas personagens! Aliás, mesmo passando a amar a Meredith, Bailey continua imbatível como minha favorita! 😉

      Shaun, comigo foi o oposto: levei um tempinho pra me apegar à Meredith. E sabe quem eu acho que a atriz lembra (vagamente)? A Martha Suplicy rsrsrs… A minha irmã fez essa comparação um dia e, pensando bem, tem suas semelhanças! Abraço.

  4. Roseli Zanella
    8 junho 2009 às 1:42 pm

    Eu gosto da Meredith, mas assim, não amo de paixão mtas vezes não entendi pq do nome Grey’s Anatomy, a Bailey sempre foi minha preferida, ja amei e odiei a Izzie, acho que a Yang mudou mto eu gostava dela mais durona hehehehehe mas mudanças acontecem com o crescimento dos personagens

    • 8 junho 2009 às 2:57 pm

      Roseli, mas lá nos primeiros episódios, dá pra perceber que a ênfase era toda na Meredith e que todos os personagens só existiam para “coadjuvá-la”. Tanto que as narrações costumavam ser em primeira pessoa, com ela contando alguma experiência pessoal. Com o tempo, porém, todos começaram a ter um momento só seu, e o tempo em cena hoje é dividido igualmente entre todos. Por isso o Grey’s Anatomy, embora todos também brilhem quando precisam! 😉

      • Roseli Zanella
        10 junho 2009 às 3:28 am

        Acho que preciso ver denovo desde o começo, depois de 5 temporadas só vc falando que lembrei da diferença das narrações, nas experiências dela, enfim a série cresceu e tomou seu rumo 😉

      • 10 junho 2009 às 3:03 pm

        Concordo, Roseli. Por isso é tão bacana rever! 🙂

  5. 9 junho 2009 às 2:22 am

    Olha, confesso que eu cheguei a me irritar bastante com a Meredith e, principalmente, com a forçada interpretação da Ellen Pompeo. Mas agora neste fim da segunda temporada reconheci que houve melhoras. Espero que continue na terceira, e que ela resolva logo seus conflitos amorosos. Acho que atrapalha o fato das coadjuvantes serem MUITO mais interessantes. Mas ainda preciso ver 3 temporadas. =D

    Ciao!

    • 9 junho 2009 às 10:31 pm

      Wally, pois a segunda temporada – especialmente o finalzinho – foi onde o meu amor pela personagem mais oscilou. Achei muita sacanagem o que ela fez com o George, judiação rsrs… Acho que todos os personagens em “Grey’s Anatomy” despertam certo interesse, e que a Meredith é vital para unir todas essas histórias. Ela é engraçada até quando é trágica rsrsrs… E palmas à Pompeo por ter achado o tom! 😉

      Ciao! o/

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: