Página Inicial > Top 10, TV > As Melhores Temporadas da TV

As Melhores Temporadas da TV

Como há muito prometido, aí está o top 10 sugerido pelos leitores do Letters from Louis: uma lista das melhores temporadas das séries de TV. Porque entregar uma temporada só com episódios bons, sem tropeços ou topadas, não é pra qualquer um!

Os 10 escolhidos – em ordem decrescente – são:

 

10. Studio 60 on the Sunset Strip – Primeira Temporada

studio 60

Fiquei tão viciado em “Studio 60″ que devorei os 22 episódios do primeiro ano num único final de semana. Para o meu azar, a série de Aaron Sorkin (que já apareceu em outro top 10, o das “Séries Boas Que Foram Canceladas”) teve apenas essa temporada. Saiu do ar pela baixa audiência (basicamente, era muito complexa para o espectador comum acompanhar), mas quem assistiu não se esquece – principalmente dos últimos quatro episódios, todos contínuos.

 

9. Damages – Segunda Temporada

damages 2

A segunda temporada de “Damages” foi ainda mais impressionante que a primeira (que já era de cair o queixo). Com a mesma narrativa fragmentada, com ainda mais saltos no tempo e maior número de reviravoltas escondidas, e com aquisições como William Hurt e Marcia Gay Harden a um elenco que já tinha Glenn Close e Rose Byrne, “Damages” pode ser encarado como um filmão ininterrupto de doze horas – um thriller que faz inveja aos lançamentos do gênero feitos para o cinema.

 

8. It’s Always Sunny in Philadelphia – Terceira Temporada

sunny

Pouca gente conhece, mas pode confiar: é das mais engraçadas da atualidade! O ponto de partida é simples – um grupo de amigos sem-noção tocam um bar mixuruca na Pensilvânia -, mas dá muito pano pra manga (a cada episódio, mexem com um tabu da sociedade americana). Danny DeVitto se juntou ao elenco na segunda temporada (já são quatro, dentre as quais a terceira é minha preferida) e disputa com Alec Baldwin (“30 Rock”) o título de melhor comediante da TV. Para fãs de piadas ousadas, mas com conteúdo, fica a dica.

 

7. Life on Mars – Segunda Temporada

lifeonmars

Me refiro, é claro, à versão inglesa de “Life on Mars” (a refilmagem americana tinha seus méritos, mas não chegava aos pés – fizeram bem em cancelar logo no primeiro ano). Não sei como a trama se encerrou nos Estados Unidos, mas na original, os oito episódios da segunda temporada eram construídos ao redor do desfecho. E, meus amigos, que conclusão linda foi aquela! Levantei pra aplaudir de pé quando subiram os créditos ao som da música do David Bowie pela última vez.

 

6. Desperate Housewives – Primeira Temporada

dh1

O Piloto foi brilhante, os episódios seguintes mantiveram o nível e, salvo um ou outro lapso, a primeira temporada de “Desperate Housewives” foi espetacular. Bons tempos em que Marc Cherry arrasava com sua sátira ácida, sexy e malandra ao american way of life! Fizeram por merecer o prestígio do público e da crítica, as 15 indicações ao Emmy, e os prêmios nobres como o de Melhor Direção e o de Melhor Atriz para Felicity Huffman.

 

5. Six Feet Under – Quinta Temporada

sfu5

Fiquei em dúvida: qual temporada de “Six Feet Under” escolher? A primeira ou a quinta? A série teve um início fantástico, se perdeu no meio do caminho (o terceiro ano é o meu menos favorito) e voltou a assombrar na reta final. Acabei optando pela última temporada, não só porque o ‘series finale’ já é um marco da TV americana, mas também porque os episódios anteriores (aquele ambientado no hospital, aquele do enterro do Nate e o antepenúltimo) são igualmente estupendos. E um pouco antes teve outro capítulo memorável, o da festa de aniversário! Lembra?

 

4. Grey’s Anatomy – Segunda Temporada

greys2

A primeira já foi boa, mas a segunda temporada de “Grey’s Anatomy” foi decisiva para situar a série como algo além de “outro drama médico bacana”. O que me fez insistir em “Grey’s” depois das pavorosas quarta e quinta temporadas foi a doce lembrança desses episódios do segundo ano: quando todos os casos médicos emocionavam, quando todas as musiquinhas intercaladas às cenas comoviam, quando todos os personagens ainda estavam apegados às suas essências e, principalmente, quando Denny Duquette ainda não era um fantasma que incomoda muita gente.

 

3. Friday Night Lights – Primeira Temporada

fnl1

Aí está uma temporada que não teve um único episódio menos que “ótimo”. Logo de cara, me envolvi com os jogadores do Dillon Panthers, prendi a respiração quando Jason Street ficou paralisado e vibrei quando Matt Saracen saiu da reserva para levar o time à vitória. Poucas vezes me importei tanto com o destino dos personagens – todos eles queridos, sinceros e verossímeis. No season finale, fiz algo que nunca pensei que fosse capaz de fazer: chorei copiosamente com a final de um campeonato colegial de futebol americano!

 

2. Lost – Primeira Temporada

lost1

Conheço uma porção de gente que se cansou de “Lost” depois da primeira temporada, assim que se deram conta de que os mistérios seriam respondidos com outros mistérios, e de que as explicações viriam racionadas, por vezes de forma insatisfatória. Faço parte do grupo que insistiu na série. Não me arrependo, mas não posso deixar de me lembrar saudoso da época em que os personagens ainda estavam se conhecendo, em que o elenco era lotado de bons atores (que foram sendo dispensados à medida em que morriam ou desapareciam na ilha, ou então quando causavam problema com a polícia do Havaí) e em que o clima de suspense instigava sem deixar o público impaciente ou exausto. Ao contrário do que acontece hoje em dia. 

 

1. The Sopranos – Terceira Temporada

sopranos3

Depois da morte inesperada da atriz Nancy Marchand, que interpretava a crucial Livia Soprano, mãe de Tony, o criador David Chase teve que direcionar a terceira temporada de “Família Soprano” para novos personagens – e fez isso com a maestria habitual. Perdemos Nancy, mas ganhamos Joe Pantoliano (sensacional como Ralph Cifaretto, o personagem mais desumano que eu já vi na TV) e Jason Cerbone (como Jackie Jr, o namorado de Meadow Soprano que aspirava a um posto na máfia). Também foi aqui que tivemos o melhor episódio da série e um dos melhores de todos os tempos, “Pine Barrens” (aquele em que Christopher e Paulie vão cometer um assassinato na floresta, mas acabam perdidos na neve). Genial é pouco!

 

Obs: Sinto por não poder encaixar “Arrested Development”, a primeira temporada de “Dexter”, a segunda de “Nip/Tuck”, as duas de “Roma” e coisas finas do tipo, mas só tinha dez vagas disponíveis (e em casos como o de “Arrested”, teria que quebrar a cabeça para decidir qual temporada listar, já que nenhuma teve pontos negativos).

Em todo caso, responda a pergunta do dia: como ficaria a sua lista de melhores temporadas? Ao comentar, não se esqueça de deixar sugestões para o próximo top 10!

CategoriasTop 10, TV
  1. notintheblue
    29 junho 2009 às 4:58 am

    Eu acabei de ver o ultimo episódio de Grey’s Anatomy. Fiquei extremamente chocada com o “elemento surpresa”, e precisava conversar com alguem sobre. Então achei seu blog, e estava lendo aqui o seu review sobre essa temporada. Acho que a leitura me deixou um pouco mais calma. Mas ainda assim fico reassistindo a cena do “007” na mão da Meredith.

  2. notintheblue
    29 junho 2009 às 5:00 am

    By the way, estou impressionada por você não ter mencionado “House” nesse post.

    • 29 junho 2009 às 7:04 am

      Me senti exatamente da mesma forma quando terminei de ver o season finale de Grey’s – com o tempo, me acalmei e já estou aceitando melhor as possíveis consequências daquele gancho. Mas não deixa de ser surpreendente, uma das melhores reviravoltas da TV! :)

      Quanto a House, ADORO a série, mas não consigo destacar uma temporada para esse top 10. Todas são boas (a quinta foi a mais fraca e ainda assim interessante), mas a fórmula fixa as tornam muito parecidas entre si!

      Obrigado pela visita!

  3. 29 junho 2009 às 4:25 pm

    Arghhhhhhhhhhhhhhhhhhh!
    Acho que vi um grande spoiler de Six Feet Under aí.
    Assisti até o terceiro episódio da quarta temporada.
    Sopranos vi até a terceira. Disseram que a quarta temporada é ainda melhor.

  4. 29 junho 2009 às 5:02 pm

    A segunda temporada de Damages é um estouro, até hoje não sei qual é a melhor, a primeira que é super amarradinha ou a segunda que trouxe uma trama mais quente. Realmente é um thriller de deixar inveja a qualquer filme de cinema. Comecei acompanhar a primeira de Desperate Housewives como disse uma vez aqui no blog e tenho que confessar que é um excelente produto mesmo. Preciso terminar com urgência. Six Feet Under teve 3 brilhantes temporadas, a 1ª, 2ª e 5ª e até hoje fico dividido entre essas três. Eu me decepcionei com a primeira temporada de Grey’s Anatomy exatamente por pensar que desde o inicio eu veria algo tão bom quanto a segunda temporada, mas só nos ultimos episódios da segunda temporada eu percebi que estava vendo uma excelente série que assim como a maioria teve seu deslize em sua quarta temporada. Não tem nada melhor que a primeira temporada de Lost, é a única que me fazia ficar grudado na frente da TV. As outras eu não tive a oportunidade de assistir. Mas não poderia ter faltado na lista a segunda temporada de Nip/Tuck.

  5. 29 junho 2009 às 5:07 pm

    As outras séries eu não tive oportunidade de assistir.

    Lost eu assisti até a 3ª temporada.

    Que tal um top de piores temporadas da TV? Essa não poderia faltar a quarta temporada de Nip/Tuck, hahaha.

    • 29 junho 2009 às 9:40 pm

      Ibertson, ao escrever o texto medi as palavras para não colocar nenhum SPOILER. A quinta temporada de Six Feet Under já foi toda exibida no Brasil (pela HBO, pela Warner e até pela TV aberta, no SBT). Mas pode ter certeza de que não está sendo privado de surpresa nenhuma, já que o que importa na série não é o que acontece, mas como acontece! ;)

      Mark, em linhas gerais, concordo com os seus comentários. Gostaria de ter encaixado a segunda de Nip/Tuck, disparado o melhor ano da série, mas sabe como é, são apenas dez vagas! No quesito vício, “Lost”, “Damages” e “Friday Night Lights” são as que mais me empolgaram! E tente dar uma olhada nas outras séries, nem que seja alguns episódios! Também vou considerar a sua ideia das piores temporadas!! :)

  6. Alex Pizziolo
    29 junho 2009 às 5:58 pm

    Vi muito spoiler T.T
    As únicas temporadas que vi dessas são as de Damages, Grey’s, Desperate e Lost. Acho a 2ª temporada de Lost tão boa quanto a 1ª!
    E acho a 2ª de Grey’s a melhor mesmo!
    Acho que adicionaria aí a 2ª temporada de Mad Men! Damages tá ótimo aí, a 2ª temporada é foda mesmo! Outra que acho válido lembrar é Pushing Daisies, as 2 temporadas são perfeitas! Friends também é uma boa pedida!

  7. 29 junho 2009 às 8:53 pm

    Louis, deixei um selo lá no blog pra você!

    Quanto as series, não vi as quase nenhuma das temporadas citadas. Mas, posso dizer que todas as selecionadas em outras temporadas também estão ótimas! Só não consigo entender o que tanto agrada o pessoal, em ‘Friday Nights Lights’.

    • 29 junho 2009 às 10:02 pm

      Alex, acho a segunda temporada de Lost arrastada, já sem a mesma voltagem da primeira! Das suas outras sugestões, Friends chegou bem perto do corte – algumas das primeiras temporadas, já que nos últimos anos deu uma boa decaída na qualidade. Difícil era escolher qual!!!

      Cleber, obrigado pelo selo! :) Já vou aceitá-lo. E tente dar uma chance à Friday Night Lights. Um amigo meu tb não gostou de imediato, mas depois que a gente se acostuma com o estilo e se envolve com a trama, não tem como não viciar!!!

  8. 30 junho 2009 às 12:10 am

    Não assisto a algumas da séries que você cita, como “The Sopranos” e “It’s Always Sunny in Philadelphia”, mas concordo com a inclusão das temporadas das séries que assisto. Se esta lista, porém, fosse minha, com certeza, eu abriria espaço para programas como “Once and Again”, “Joan of Arcadia”, “Friends” e “Mad about You”.

    Beijo!

    • 30 junho 2009 às 12:18 am

      Ka, ainda não terminei de assistir Joan of Arcadia (estou no finalzinho da primeira temporada, e amando cada minuto), só assisti episódios aleatórios de Mad About You no Sony (muito boa, mas não sei nem dividir por temporadas) e nunca vi Once and Again. Se fosse colocar alguma de Friends, seria a sexta. Adoro TODOS os episódios, do começo ao fim! :)

      Beijão!

  9. peelins
    30 junho 2009 às 3:45 pm

    NOOOOSSA! Estou precisando ver MUITAS séries canceladas, as quais, infelizmente, não acompanhei — ou nunca vi —. Six Feet Under e Lost — pode acreditar, nunca vi um episódio :~ — são exemplos. AHH, estou desesperado atrás do download da primeira temporada de Dawson’s Creek. Parei no episódio 6 e não encontro mais links disponíveis :( SOCORRO!
    AHH, tenho muita curiosidade com Six Feet Under, pois só leio e ouço elogios dessa série, que deve ser maravilhosa, não?

    AHH, a segunda temporada de GA foi perfeita, Louis. Tinha que estar inclusa. UIHASIHUAHUSUIAUIS.

    AHH, Louis, tenho uma dúvida: você não gosta muito de One Tree Hill, não é? Vejo que ela não é muito citada por aqui. UASUIAHSHUIA

  10. Vinícius P.
    1 julho 2009 às 3:56 am

    Só não concordo com a presença de “Damages”, para mim é um grande exagero, mas as demais escolhas estão ótimas. Minhas temporadas preferidas são a primeira de “Lost”, “Six Feet Under” e “24” – e a última de “Sex and the City”.

  11. peelins
    2 julho 2009 às 3:49 pm

    AHH, comecei a conferir a primeira temporada de LOST — simplesmente incrível — e, logo em seguida, começarei com a primeira temporada de SIX FEET UNDER. (achei links pegando). Agora só falta achar DC que quero MUITO. UHAISAHSHUAIS.
    Valeu pelas dicas de temporadas, Louis. LOST é BOM demais.

  12. 5 julho 2009 às 2:48 pm

    Rááá… também não desist de Lost e quero muito continuar Grey’s!

  13. Weiner
    6 julho 2009 às 6:05 pm

    Oi, rapaz! Quanto tempo! :-)
    Bom, das séries que você citou, eu não acompanho nenhuma (isto é, com regularidade). Sempre pego um pedacinho ou outro. E só.
    Adoro “Damages”, “Lost” e principalmente “Six Feet Under”. Já dá pra ver que tenho bom gosto, né? Hahahahaha.
    Bom falar com você de novo! Abraços! ;)

    • 7 julho 2009 às 6:56 pm

      Peelins, você pergunta de Six Feet Under para mim, o maior fã da série??? :D Claro que vou louvá-la ao extremo! Considero a melhor série já feita, empatado com Familia Soprano. Cada episódio era nada mais que uma obra de arte – e o elenco é o melhor que você verá na TV. Fico feliz que esteja descobrindo LOST (aliás, estou morrendo de inveja de você, que ainda tem todas as temporadas fresquinhas, inclusive a primeira – e melhor!).
      Volte sempre para mais dicas! ;) Abraço!

      Vinicius, não sabia que você não era fã de Damages!! Gosto muito da série. É certamente uma das mais bem elaboradas dos últimos tempos e a estrutura narrativa, apesar de complexa, nunca é falha. Das que você citou, gostava moderadamente de Sex and the City e nunca vi temporadas completas de 24 – um pecado televisivo que pretendo remediar!!!

      Robson, acho que todos nós que assistimos LOST até aqui continuaremos até o fim! E Grey’s vale a insistida! ;)

      Weiner, só por essas três séries já confirmo: você tem ÓTIMO gosto!!! Bom falar com vc tb. Abraço e volte sempre!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: